Dia do alerta pelo Viva Mais sobre o uso excessivo do álcool

O Programa Viva Mais vai realizar nesta terça-feira 25 a campanha com foco no público jovem da Unicamp

(24/10/2011)“Dia do alerta sobre o uso excessivo de álcool”, tema da campanha de prevenção do uso abusivo do álcool, a ser realizada na terça 25, na Unicamp, pelo Cecom e Viva Mais, com apoio do Serviço de Apoio ao Estudante – SAE.

A campanha que é realizada desde 2003, quando houve uma parceria entre Unicamp, Unesp e Usp, visa focar o  alerta sobre o uso excessivo do álcool ao público jovem da universidade já que o álcool é a substância mais consumida entre os jovens, além de levar informações sobre os locais de tratamento do alcoolismo.

A médica psiquiatra e docente da FCM, a Prof. Dra. Renata Cruz Soares de Azevedo, afirmou que o objetivo da
campanha é relembrar os riscos que o uso excessivo do álcool pode causar. “A idéia é criar uma cultura dentro da Unicamp sobre os riscos do uso problemático do álcool, com foco no público jovem”, afirma.

Segundo a psiquiatra o foco na população jovem é pelo fato de ser uma população suscetível à consequências do uso do álcool, como acidentes de trânsito, atividade sexual desprotegida e envolvimento em situações de violência, apesar de ainda não ser dependente da substância.

Dados do I Levantamento Nacional sobre os padrões de consumo de Álcool na população brasileira apontam que entre os adolescentes, 13,9% iniciam o consumo de álcool na idade entre 14 e 17 anos e 14,6% mantém o consumo regular. Já na idade de 18 a 25 anos esse índice sobe para 15,3% dos que começam a consumir bebida alcoólica, com 17,3% passando a consumir álcool regularmente.

Segundo estatísticas do pesquisador Sergio de Paula Ramos , quando o início do uso do álcool se dá aos 21 anos de idade, o risco de se tornar um alcoolista é de 9%, no entanto, se o início se dá aos 13 anos de idade, a chance de se tornar um dependente é ampliada em 50%.

De acordo do I Levantamento Nacional, os problemas relacionados ao álcool se dividem em 38% por conseqüências de causas físicas, 18% problemas familiares,17% problemas sociais, 8% por trabalho, violência 17% e problemas legais num índice de 2%.

Os dados são do I Levantamento Nacional sobre os padrões de consumo de Álcool na população brasileira, 2007- Ronaldo Laranjeira, Ilana Pinsky, Marcos Zaleski, Raul Caetano.

Informações completas sobre o Dia do alerta sobre o uso excessivo de álcool e estatísticas no folder: Frente / Verso

Teste seu nível de consumo de álcool: Teste Audit

Mais informações sobre o uso do álcool e outras campanhas:

http://www.youtube.com/watch?v=90hKYWbLRiU
http://www.youtube.com/watch?v=9-0U47UALp0&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=G_JyRPFTbQg&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=3Ko3uuwUoaA&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=agKD7iHjFR4
http://www.youtube.com/watch?v=lKwPNOe8xis&NR=1